Pesquisar Apaes

Você deseja ir para qual instituição Apae? Clique nas setas para visualizar as opções.

Estado

Unidade

Coordenadoria de Educação e Ações Pedagógicas

Coordenadora: LUCIA MARIA CARDOSO CENTENA    
Rua Vigário José Inácio, 371 sala 501 - Centro - 90020.100

Porto Alegre - RS
Fone: (51) 3227.6787
E-mail: [email protected]

 

 

A coordenadoria pedagógica tem como atribuição orientar, acompanhar e avaliar a ação das Apaes referentes à educação escolar, bem como garantir e manter as relações institucionais com a Secretaria de Estado da Educação, através da parceria permanente com a Diretoria da Educação Especial.
Coordenadoria Pedagógica da Federação orienta, estimula e monitora o processo de inclusão escolar dos alunos encaminhados para a escola comum. Nossa meta tem sido inverter o fluxo de encaminhamento de alunos que sempre foi “da escola comum para a escola especial,” mudando-o para “da escola especial para a escola comum”.
Paralelamente a esta determinação vimos buscando uma nova qualificação de nossos profissionais para o trabalho pedagógico com os alunos cujo comprometimento é mais grave e exige apoios permanentes e intensos. Nesta organização escolar, a Federação se coloca muito próxima à Secretaria de Estado da Educação, sendo uma parceira reconhecida nos programas que buscam a inclusão escolar, que visa incentivar a criação dos serviços de apoio complementar aos alunos incluídos.

NUCLEO DE AÇÕES DE APRENDIZAGEM
O Núcleo de Ações de Aprendizagem tem o objetivo de ofertar à pessoa com deficiência intelectual  e múltipla  serviços  organizados  que  favoreçam  a  aprendizagem  significativa,  de  forma integral e integrada, em todos os contextos da vida para promover a  sua autonomia e  independência em todo ciclo de vida, respeitando-se sempre as singularidades de cada pessoa.          
A  integralidade  de  ações  das  várias  áreas  de  atuação  é  um  aspecto  importante  e facilitador no processo da aprendizagem significativa da pessoa com deficiência intelectual e múltipla: os profissionais das diferentes áreas atuam de integrada, desenvolvendo que beneficiam o sujeito de forma  integral.  Portanto,  as  ações  integradas  devem  acontecer  no  interior  da  sala  de  aula,  nos serviços de saúde, na visita domiciliar e em qualquer outro programa ou espaço, tendo como objetivo a aprendizagem para a vida.
O  programa  para  a  infância  contempla   ações  de  aprendizagem  que  desenvolvem habilidades necessárias para  o  desenvolvimento  social,  adaptativo  e  visa à  autonomia  pessoal.  Os adolescentes  e  jovens,  usufruem  programas  que  desenvolvem  as  suas  habilidades  sociais, comportamentais  e  profissionais,  que  são  relevantes  para  a  vida  adulta  e  que  ocorrem  em  duas frentes de atuação: a primeira focaliza a formação para o trabalho e a segunda o processo de inserção da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla no mundo do trabalho.
Na  fase  de  envelhecimento  as  ações  de  aprendizagem  têm  o  objetivo  de manter  ou  de resgatar  a  vitalidade  e  a  autoestima  da  pessoa  com  deficiência  intelectual  por meio  de  atividades físicas,  artísticas,  culturais,  de  lazer/recreações,  turismo,  saúde  e  de  assistência  social.  Sempre acontecem  com  o  apoio  da  equipe  interdisciplinar  e  devem  ser  realizadas  através  de  projetos específicos e de programas de amparo ao idoso em parceria com a família e com a comunidade para promover qualidade de vida.
Os  projetos  específicos,  sem  caráter  de  escolarização,  também  são  acompanhados  pela equipe  interdisciplinar  que,  com  ações  integrais  e  integradas,  focalizam  as  diversas  práticas  de aprendizagem  e atuam durante todo o ciclo de vida da pessoa deficiência intelectual ou múltipla com o intuito de desenvolver e favorecer sua autonomia e independência.

 

Endereço:
Rua Vigário José Inácio, 371 - cj. 501 - Galeria do Rosário • Porto Alegre • RS
E-mail:
[email protected]
Telefone:
(51) 32276787