Dia Internacional da Síndrome de Down

Descrita pela primeira vez em meados do século XIX (1862) pelo médico britânico Jonh Langdon Down, foi com quase cem anos depois (1959) que os cientistas Jerome LeJeune e Patricia Jacobs determinaram a causa da Síndrome de Down, como sendo a trissomia do cromossomo 21.

Onze anos depois, nos Estados Unidos, em 1970, a Síndrome de Down recebeu essa denominação em definitivo em homenagem ao cientista pioneiro que a descreveu.

Desde então, a Síndrome de Down é cada vez mais objeto de estudo, não apenas no âmbito científico, mas também no social. E a inclusão, assim como o tratamento convencional, se torna tanto quanto imprescindível para o desenvolvimento dos portadores.

No Brasil, com a redemocratização e a promulgação da Constituição Federal de 1988, criou-se uma base legal para a criação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que foi promulgada em 1990, com a Lei 8.069/90.

A Universidade Corporativa da Rede Apae (Uniapae) abre a partir de hoje um Fórum à distância com especialistas de diversas áreas para debater, durante uma semana, o tema em torno da Síndrome de Down. Para participar acesse o link www.cursos.uniapae.org.br.

Fonte: FEAPAES-RS
Cadastrada em: 21/03/2018 14:59:00
curta nossa fanpage
editais
onde estamos

FEDERAÇÃO DAS APAES DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Rua Vigário José Ignácio, 371, cj. 501 - Galeria do Rosário

CEP: 90020-100 - Porto Alegre - RS

Fone: 51 3227-6787

E-mail: [email protected]

Federação das APAEs do Estado do Rio Grande do Sul

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença da FEAPAE-RS